Home | A Clínica | Dra. Juliana Zochetti | Profissionais | Especialidades | Parcerias | Artigos | Eventos | Contato

Artigos

Coragem para mergulhar dentro de si

Diariamente, por ser psicóloga, lido com o sofrimento de várias pessoas, com diversas questões ou tipos de problemas. Vejo pessoas com dores profundas buscando maneiras de lidar com elas, que vão desde um, “não lidar”, enganando a si mesmas que essas dores não “existem”, até pessoas que as enfrentam bravamente.

Sendo a minha função ajudá-las a tornar essas dores conscientes para assim, elas escolherem se vão enfrentá-las e transformá-las ou se vão deixar como estão, pude observar algumas pessoas escolherem ficar com a dor e outras mergulharem profundamente nelas e não só transformá-las, mas também transformarem a si mesmas.

Meu desejo aqui é compartilhar o quanto é gratificante estar junto dessas pessoas que tem a coragem de mergulhar dentro de si para enfrentar suas histórias sofridas, suas angústias, suas dores e em especial seu medo da solidão. Esse é um medo que a grande maioria carrega e tenta fugir ao máximo, mas como diria Jung, aquilo que mais queremos fugir é o que mais estamos apegados.

Observar essas pessoas tendo a coragem de enfrentar a si mesmas, me faz ter cada vez mais certeza de que esse é o caminho para se chegar à sua própria força interior, ao seu próprio potencial de cura. Já ouvi, li e pude comprovar pessoalmente o que muitos dizem, a nossa cura está dentro de nós e só nós podemos nos curar. A terapia e qualquer outro meio de ajudar as pessoas a mergulharem dentro de si, só são instrumentos para nos ajudar a entrar, mas o caminho é de cada um.

Já ouvi diversas vezes que é muito difícil fazer isso, mas cada vez mais concluo que não é difícil é trabalhoso, não há dúvidas, e é por isso que as pessoas não o fazem, pois dá trabalho e é mais fácil continuar do jeito que as coisas estão. Mas o que essas pessoas não percebem é que apesar de ser trabalhoso, é muito menos sofrido do que continuar enganando-se que a dor não está dentro delas.

Sei que temos medo de deixar para trás aquilo que já conhecemos, mesmo sendo nossos medos, angústias, dores, pois não sabemos o que irá acontecer, a nossa sensação é de que vamos “cair em um buraco”, “no nada”. Mas posso afirmar que se vocês tiverem coragem de se enfrentar, irão descobrir que esse “tal nada” não existe, pois estarão indo ao encontro de vocês mesmos, ao encontro da força que existe dentro de todos nós. E ao resgatarmos essa força, resgatamos a nós mesmos, a nossa verdade, a nossa essência, e isso traz uma sensação de leveza e liberdade.


Rua Manoel Bandeira, 190, Vila Liberdade, Jundiaí - SP | Fones: 11 2816-3316 | 3963-2025